Não passou no SISU? Saiba outras formas de tentar ingressar na faculdade dos sonhos

Todos os anos milhares de pessoas aguardam ansiosamente o vestibular para que consigam através dele uma vaga em uma universidade para cursar a graduação dos sonhos. O vestibular através da prova do Enem acontece todos os anos e é marcado por provas extensas e extremamente cansativas além de uma redação que puxa um senso crítico dos vestibulandos. Após a realização do Enem os alunos para conseguirem suas vagas ainda passam pelo SISU que é o Sistema de Seleção Unificada onde colocam seus dados e as informações do Enem onde suas notas começam a serem utilizadas no sistema.

Para participar do SISU é necessário que os candidatos tenham prestado o último exame do ENEM, não tenham zerado a redação e nem sejam treineiros, assim poderão seguir com a inscrição e participação no programa.

Na inscrição os candidatos escolhem até duas opções de cursos e instituições, no momento que escolher sua primeira opção ela vai ser prioridade de ingresso caso for aprovado nas suas duas escolhas.

As vagas distribuídas pelo SISU seguem a Lei de cotas onde algumas instituições possuem vagas reservadas ou oferecem um bônus na nota final de alguns candidatos que fazem parte das ações afirmativas.

Ao se inscrever no SISU os candidatos devem ficar atentos diariamente a nota de corte que é divulgada a partir do segundo dia do SISU. O sistema calcula e divulga a nota de corte de cada curso e os candidatos devem usar de referencial no monitoramento da sua inscrição. A nota de corte é nada mais nada menos que a menor nota para os candidatos ficarem entre os selecionados no curso escolhido.

Caso os alunos não venham a ser aprovados pelo SISU não devem desanimar pois ainda é possível cursar a graduação do sonho em instituições bastante prestigiadas. Isso se da graças a programas do Governo Federal que possibilitam o ingresso de milhares de jovens e adultos ao ensino superior, um grande exemplo desses programas é o FIES.

O que é o FIES?

O Novo FIES consiste no financiamento a estudantes de cursos superiores, que não são gratuitos, que possuem avaliação positiva pelo Ministério da Educação e são assim custeados pelo Fundo de Financiamento Estudantil. A Caixa Econômica Federal é o único agente responsável pelo papel de operadores, agente financeiro e gestor de fundos garantidores.

Requisitos para se inscrever no FIES

Para fazer a inscrição no FIES é necessário que todos os candidatos:

  • Tenham feito uma das edições do Enem a partir de 2010;
  • Ter média superior ou igual a 450;
  • Não ter zerado a redação;
  • Ter conta corrente na caixa onde irá assinar o contrato.

Para quem ira tentar o FIES no próximo ano é importante ficar atento ao cronograma FIES 2022 e acompanhar todas as informações lançadas pelo sistema, como por exemplo o resultado da seleção do FIES.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *