Programa habitacional – Minha Casa Minha Vida: Como funciona?

O sonho da casa própria vem se tornando realidade para muitos brasileiros, em todos os cantos do país.

O programa Minha Casa Minha Vida possibilita a pessoas de baixa renda a possibilidade de terem a sua casa pagando valores que cabem dentro do orçamento familiar.

Nesse artigo vamos trazer até você alguns dados do Programa, bem como, as formas de conseguir a sua casa próprias e taxas do financiamento pelo Minha Casa Minha Vida.

Benefícios do Programa Minha Casa Minha Vida

O Programa Minha Casa Minha Vida foi inaugurado em março de 2009, no Governo Lula.

Segundo dados do Programa, antes de 2009 o déficit de moradias no Brasil era de 10%, em 2018 esse valor diminui para 8%. Os valores podem ser baixos, mas milhares de pessoas se beneficiaram com o Minha Casa Minha Vida.

Nos primeiros cinco anos de Programa, 1,2 milhão de postos de trabalho foram criados no Brasil; cerca de R$ 33,5 milhões de impostos foram arrecadados; por volta de 50% dos subsídios dados pelo governo aos contemplados retornaram aos cofres públicos.

De acordo com pesquisa realizadas aos moradores das casas do Minha Casa Minha Vida, a satisfação com a moradia de 87,7%.

São mais de 27 milhões de brasileiros que conseguiram se beneficiar com o programa. Até 2015 foram mais de 3,8 milhões de casa construídas.

E, quem pode conseguir uma casa pelo Programa Minha Casa Minha Vida?

O programa Minha Casa Minha Vida é uma iniciativa do Governo Federal e é gerenciado pela Caixa Econômica Federal. Portanto, existem algumas exigências para conseguir esse financiamento.

Primeiramente, existem dois tipos de financiamentos oferecidos pela Caixa Econômica Federal, conforme a renda dos possíveis moradores.

O primeiro financiamento é para aquelas famílias que tem renda bruta de R$ 1.600,00. Nesse caso, o financiamento pode ser realizado em até 120 meses.

O segundo tipo de financiamento é para familiar com renda bruta de R$ 1.600,00 até R$ 5.000,00. Nesse caso, o Programa oferece um imóvel novo na planta ou já construído.  O financiamento compromete até 30% do orçamento familiar e pode ser quitado em até 30 anos.

Lembrando que para o financiamento a pessoa não pode ter restrição de crédito e nem ter utilizado o FGTS nos últimos cinco anos para financiamentos.

Quais as taxas do Programa Minha Casa Minha Vida?

  • Para famílias com renda de 3 a 5 salários mínimos são cobrados juros de 5% ao ano e TR;
  • Para famílias com renda entre 3 e 6 salários mínimos, são cobrados juros de 6% ao ano;
  • E, para famílias com renda entre 6 e 10 salários mínimos, os juros são de 8,16% ao ano e TR.

Se você se enquadra nas regras do Programa Minha Casa Minha Vida vá até o posto do programa localizado na prefeitura da sua cidade, se informe dos documentos necessários para inscrição.

Peça uma simulação para poder saber os valores e o total de parcelas do financiamento.

Conheça a planta da casa disponibilizadas pelo Programa e realize o seu sonho da casa própria.